Lentes de contato

Atualizado: 19 de Out de 2018

A adaptação de lentes de contato é um processo contínuo


Uso lentes de contato, por que devo voltar ao Médico Oftalmologista?

O acompanhamento do paciente que usa lentes de contato é fundamental.

Uma avaliação de rotina a cada ano se faz necessária para verificar se as lentes não estão provocando nenhum tipo de alteração no olho, mesmo que sejam leves e pouco perceptíveis.

Na anamnese do usuário de lentes, o oftalmologista conseguirá ver se o paciente descarta suas lentes corretamente, se usa as horas recomendadas, se lava as lentes corretamente, e o estojo.


Investiga-se também, presença de sintomas: Se o paciente sente coceira, secreção, lacrimejamento, ardor, se tem olho vermelho, visão turva, sensação de cisco, etc....

A cada retorno, além da anamnese o oftalmologista irá avaliar:

• Os olhos do paciente e as lentes nos olhos : Posicionamento, mobilidade, o piscar, presença de edema, novos vasos e exame detalhado na lâmpada de fenda. • Qualidade da visão (visão/sobre-refração...) • Avaliação da córnea, das pálpebras, da parte interna das pálpebras, da lágrima entre outras avaliações.


Importante lembrar o paciente que a adaptação de lentes de contato:

• É um processo contínuo • Exige retornos e paciência (importante ver o paciente com lentes e sem as lentes) • Uma lente adaptada hoje pode não ser satisfatória amanhã

Há necessidade de se de se rever, em todos os retornos:

• Cuidados de assepsia das lentes e estojo • Relembrar os sinais de perigo • O que fazer em casos de desconforto ocular com as lentes


Paciente bem orientado e consciente tem menos chance de complicações oculares com as lentes.


Fonte: SOBLEC

Fotografia: Getty Images


62 visualizações

Rua dos Andradas, 1727, sala 85 | Centro | Porto Alegre/RS

Telefones (51) 3228 0959 | (51) 3228 5413

© CLÍNICA BORDIN

Todos os direitos reservados

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle